sábado, 10 de julho de 2021

DIREÇÃO DO HOSPITAL GERAL DE CODÓ PRESTA ESCLARECIMENTOS SOBRE A MORTE DE UMA CRIANÇA EM CODÓ

Desde o inicio da gestão do Dr. Zé Francisco, a saúde sempre foi o carro chefe de sua gestão não somente por ser médico, mas por entender a necessidade de uma saúde de qualidade, sobretudo neste período de pandemia. Ocorre que, alguns usam da fragilidade das pessoas em meio a um momento de dor, desrespeitando, inclusive a intimidade e a inviolabilidade da criança, expondo de forma desumana os familiares da vitima.

Outrossim, vale lembrar que todas as pessoas que chegam ao hospital geral, independente de suas convicções políticas, partidárias, religiosas e étnicas são tratadas com a mais célere responsabilidade por profissionais comprometidos em cuidar do povo codoense, o caso da criança que veio a óbito consternou a todos, mas blogueiros cogitarem que houve negligência por parte da equipe médica, é de nada uma falta de respeito e compromisso com a verdade, tanto que assim que a criança deu entrada no hospital diversos profissionais, dentre eles: Dr. Ivan Bruno, Dr. Vitor, ambos médicos do Pronto Socorro, Dra. Nábia, que é a Pediatra, Dr. Dualibe, além de enfermeiros prestaram de imediato o atendimento como recomenda as diretrizes médicas.

Destaca-se ainda, o fato que a criança já chegou no hospital semimorta, totalmente desacordada, óbvio que não se sabe o porquê da demora em deslocar a criança até o hospital. 

Segundo o que veicula no blog que a mãe teria automedicado o filho por conta própria para diminuir a dor no estômago, sendo que ela não sabia a causa das dores, o que por si só já é grave, vez que apenas os profissionais médicos podem receitar medicamentos.

É óbvio que todos ali se consternaram com a morte da criança de apenas dois anos, uma vez que seu dever é salvar vidas, mas aquilo que estava nas condições e até além, foram feitas. 

Na oportunidade a direção do hospital está a inteira disposição para prestar os esclarecimentos, salvar vidas é a missão de todo profissional médico, e cuidar da saúde do povo de Codó será sempre o lema da atual gestão, o que não se pode é permitir que pessoas maldosas usem da dor alheia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade