sexta-feira, 25 de junho de 2021

Duas pessoas são presas suspeitas de ajudar Lázaro Barbosa a fugir


Duas pessoas foram presas acusadas de ajudar Lázaro Barbosa na fuga em Girassol (GO). A informação foi confirmada pelo secretário de Segurança, Rodney Miranda, em entrevista coletiva nesta quinta-feira (24). “Nós fechamos o perímetro. A probabilidade de ele ter saído é muito pequena”, disse o chefe da pasta, completou: “Uma das pessoas presas tentou tirá-lo do perímetro”.

As equipes encontram a dupla em uma região de chácaras, no distrito de Girassol, em Cocalzinho (GO). Eles foram identificados como Elmi Caetano Evangelista e Alain Reis de Santana — um fazendeiro e um caseiro, respectivamente. Elmi teria desobedecido uma ordem de parada, após uma abordagem. Após a perseguição, policiais penais da Diretoria de Operações Penitenciárias (Dpoe) do Distrito Federal conseguiram pará-lo.

Os dois presos foram levados para a Central de Flagrantes de Águas Lindas. Eles foram autuados por porte ilegal de armas e facilitação da fuga de preso. A força-tarefa não exclui a possibilidade de outras pessoas terem ajudado o criminoso.

Segundo o secretário, as provas são “contundentes” e os policiais identificaram uma casa onde estavam os dois homens acusados de ajudar na fuga do criminoso. Um deles estava com as armas que Lázaro roubou em Cocalzinho (GO), duas espingardas garruchas calibre 22, com 50 munições. Apesar disso, a força-tarefa acredita que Lázaro ainda esteja no perímetro delimitado pelos policiais, pois confirmou que a denúncia de uma testemunha que afirmou tê-lo visto na área.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade