segunda-feira, 29 de março de 2021

MEGA OPERAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL PRENDE 11 SUSPEITOS DE PERTENCEREM A FACÇÕES CRIMINOSAS EM TIMON

Operação integrada da Polícia Civil realizada neste sábado, 27 de março, por volta de 12h, no bairro Mateuzinho em Timon, que resultou na prisão de 11 suspeitos de pertencerem a organização criminosa responsável por diversos delitos na cidade de Timon e adjacências.

A operação teve como objetivo o combate de Tráfico de Drogas, Tráfico de Armas e Munições, Roubos, Latrocínios, Homicídios, Tentativa de Homicídios, Crime Organizado, Receptações e outros crimes correlatos que há dias promoveram fortes repercussões em mídias locais e nacionais.

Durante a operação, os policiais apreenderam armas de fogo e munições, drogas (maconha, cocaína e crack), cultivo de droga (pé de maconha), dinheiro, rádios de comunicação, bens receptados e vários bens relacionados ao acondicionamento de entorpecentes.

Foram presas onze pessoas todas envolvidas em crimes de homicídio, tráfico de drogas, receptação e outros crime relacionados ao Crime Organizado que atua em Timon. Entre os bens apreendidos estava uma central de radio comunicação e um pé de maconha na casa dos envolvidos os quais alguns são faccionados.

A investigação foi do 1º DP de Timon, já realizado desde do início do ano de 2021, todavia, ante a explosão de assassinatos e tentativas de homicídios a desafetos da organização criminosa, se depreendera uma atividade organizada da Polícia Judiciária no sentido de findar as presentes práticas criminosas. Assim foram solicitados e deferidos os Mandados de Busca, pela 1ª Vara Criminal de Timon, e cumpridos hoje, com as apreensões e prisões em flagrante citadas.

A data e horario da ação foram escolhidos visando não somente a apreensão de bens relacionados aos crimes, mas também a prisão dos conduzidos que se encontravam em plena atividade criminosa, organizando atentados e outras ações contra pessoas não enquadradas nos ditames da organização.

Durante o cumprimento dos mandados, alguns autuados tentaram impedir o cumprimento das ordens judiciais, recebendo voz de prisão de forma imediata ante a Desobediência. A ação dos alvos visara impedir a apreensão de bens localizados nos imóveis alvo da operação.

Conforme a Polícia, drogas e armas foram arremessadas para quintais de vizinhos, durante a operação, para dispersar provas materiais que foram prontamente apreendidas pelas equipes policiais que perceberam o arremesso.

A ação foi 1ºDP Timon, Denarc, DHPP, GPE e Força Estadual de Segurança Pública do Maranhão(FEISP).


ASCOM PCMA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade