terça-feira, 30 de março de 2021

Delegacia de Homicídios localiza segundo envolvido em latrocínio de garçom em Caxias

A Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Caxias, com apoio da Delegacia Regional de Presidente Dutra, localizou e deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva (expedido pela 1ª Vara Criminal de Caxias), nessa segunda-feira (29), em desfavor de um jovem de 21 anos por ser um dos autores do latrocínio que vitimou o garçom Jonilton Lacerda de Araújo.

O acusado foi localizado no hospital de Presidente Dutra, vítima de disparo de arma de fogo. O mesmo deu entrada com nome falso, mas através de um trabalho de inteligência que já estava em curso para prendê-lo, o delegado da DHPP, Jair Paiva, entrou em contato com o delegado Cesar Ferro, de Presidente Dutra, repassou o informe, e este imediatamente foi ao hospital onde, por imagens, constatou ser o foragido.

Relembrando o caso

No dia 5 de dezembro do ano passado o garçom Jonilton Lacerda se encontrava em seu local de trabalho, em uma churrascaria em Caxias, quando foi surpreendido por uma dupla em uma motocicleta que tentou roubar seu celular, e um deles, efetuou disparo que culminou com sua morte dias após.

Investigação da DHPP, com apoio da Delegacia de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), identificou a autoria imputada a um jovem de 22 anos e um jovem de 21 anos, e também apreendeu a motocicleta utilizada, produto de roubo.

“Diante dos elementos de prova colhidos, representou-se pelas prisões preventivas dos suspeitos, sendo deferidas e um jovem de 22 anos foi preso pela DHPP e Denarc no dia 8 do mês passado. De acordo com a investigação, um jovem de 21 anos foi quem efetuou o disparo, enquanto o comparsa pilotava a motocicleta. Ambos possuem antecedentes criminais em Caxias e Timon, e são filiados a organização criminosa em atuação no Maranhão”, explica o delegado Jair Paiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade