domingo, 7 de fevereiro de 2021

'Frio e cruel', diz delegado sobre homem que matou idosa a facada em supermercado


A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) indiciou o acusado de matar a facadas Maria Mercê da Silva, 74 anos, pelo crime de homicídio qualificado. A idosa fazia compras no Assaí Atacadista, na Avenida Presidente Tancredo Neves, no Parque Rio Branco, em Valparaíso (GO) — distante 26km de Brasília —, quando foi esfaqueada na altura do rosto. O assassinato aconteceu na manhã desta quinta-feira (4/2). O acusado, identificado como Jonas Santana Oliveira, 22, foi preso em flagrante.  Em entrevista ao Correio, o delegado-titular da 2ª Delegacia de Polícia de Valparaíso, Rafael Pareja, afirmou que o autor e a vítima não se conheciam e ainda não se sabe a motivação para o crime. “Tentamos interrogá-lo mais de uma vez, por meio formal e informal, mas ele não disse nada. Ele não demonstrava estar sob efeito de drogas ou ter algum problema psiquiátrico. Ele é uma pessoa fria e cruel”, frisou o investigador.
O homicídio aconteceu por volta das 9h30. Antes de assassinar a idosa, Jonas tentou roubar uma jovem de 21 anos, próximo ao atacadista. Após reagir ao assalto, o homem a agrediu com um pedaço de pau. Na fuga, ele entrou no atacadista. Câmeras do circuito interno de segurança registraram o momento em que o criminoso caminha por um corredor, escolhe uma faca, pega o armamento e sai. Outro vídeo capturou a hora exata do crime. Maria está acompanhada do esposo, Pedro Ferreira da Silva, 77. Ela está de costas fazendo compras, quando o autor a esfaqueia e sai correndo. Fonte: Correio Brasiliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade