quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

EX-PREFEITA DE CURURUPU ESTÁ NA MIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO POR SUPOSTA FRAUDE EM LICITAÇÃO

A ex-prefeita de Cururupu, Rosária de Fátima Chaves, mais conhecida como professora Rosinha, é alvo pela segunda vez de um inquérito no âmbito do Ministério Público.

A investigação é referente a suposta irregularidade em processos licitatórios para reforma e manutenção das escolas da rede municipal de ensino de Cururupu, segundo consta na Portaria publicada no Diário Eletrônico do Parquet.

O promotor de Justiça responsável pelo caso é o Frederico Bianchini Joviano dos Santos, o mesmo que instaurou o primeiro procedimento investigatório contra a professora Rosinha por atrasos constantes nos pagamentos de salários em 2019 e a contratação ilegal de funcionários.

Ainda de acordo com o documento, os processos licitatórios que estão sob suspeita de irregularidade são Tomada de Preço nº. 005/2019 e Tomada de Preço nº. 002/2020.

Em razão disso, o promotor pediu à ex-prefeita as cópias integrais das licitações e os processos de pagamentos.

O prazo de conclusão das investigações é de 1 ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade