quarta-feira, 24 de junho de 2020

Abrigo tem seis idosos mortos por coronavírus e 30 infectados, em Aparecida de Goiânia


Um abrigo de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, registrou seis mortes de idosos por Covid-19 e outros 22 infectados. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que tem feito acompanhamentos no local para monitorar todos os pacientes.
A diretora do Abrigo Silvestre Linares, Suely Linhares, suspeita que o vírus tenha chegado aos idosos devido à ida de alguns deles a unidades de saúde para tratamentos de doenças ou por passarem mal. Porém, não é possível determinar a data em que isso aconteceu nem qual o idoso que foi contaminado primeiro.
A primeira internação por Covid-19 foi de uma idosa, que foi encaminhada no dia 6 de junho ao Hospital Municipal de Aparecida. Foi feito o teste para a Covid-19, e o resultado positivo saiu no dia 9 de junho.
No dia seguinte, uma equipe da Vigilância Epidemiológica foi ao abrigo e fez teste em todos os moradores e funcionários. A testagem em massa apontou que 28 idosos estavam com a doença. Além deles, oito trabalhadores do local também foram diagnosticados com o vírus.
A direção do abrigo isolou os pacientes com resultado positivo. Antes disso, a unidade informou que já adotava diversas medidas de segurança e proteção para evitar a contaminação. Agora, essas ações foram intensificadas, como o uso de borrifadores para limpeza dos muros, portas e janelas.
No dia 14, um médico foi ao local fazer uma avaliação de todos os idosos e três deles foram internados. “Desde então, o médico tem visitado periodicamente o local e acompanhado os pacientes. Ao total, seis idosos internados foram a óbito”, disse a SMS em nota.
Desde o surgimento dos casos, equipes da secretaria também visitam o abrigo para fazer avaliações e orientações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade